A importância de um profissional de contabilidade para assessorar MEIs

O número de microempreendedores individuais (MEIs) está crescendo consideravelmente, porém muitos deles ainda não sabem como organizar as finanças da empresa, o que pode acarretar em endividamento ou até mesmo na falência desses profissionais. Nesse cenário o profissional da contabilidade pode ter um papel importante para a organização da empresa, da estruturação contábil e do planejamento fiscal e financeiro dos MEIs.
Apesar do processo simplificado para a regularização do MEI e da legislação dispensar o microempreendedor de efetuar os registros contábeis, os profissionais de contabilidade têm um papel fundamental no desenvolvimento das microempresas, ele pode estar presente desde a constituição, acompanhando no processo de regularização da empresa em diversos órgãos, até nas ações mais complexas, como a contratação de funcionário e balanço financeiro.
Esse é um mercado de atuação importante para os contadores e pode ser uma oportunidade para os recém formados que precisam adquirir experiência e conquistar clientela, já que o MEI pode se tornar um cliente fiel e porta de entrada para outros clientes.
É importante salientar que normalmente o microempreendedor não tem um capital para investimento muito alto, então o pacote de serviços oferecidos precisa ser atraente e compatível com o orçamento do potencial cliente. Mas antes de começar a oferecer os serviços para os microempresários individuais é imprescindível que o profissional contábil tenha todo o conhecimento necessário para atender as demandas do setor, como, por exemplo, sobre a Lei Complementar 123/2006, que regula as empresas de micro e pequeno porte.
Na FACESM os alunos de Ciências Contábeis participam do projeto Cidadão Legal, que tem como objetivo promover a acessibilidade dos serviços contábeis à população, além de integrar o aluno no universo prático da profissão. Entre os serviços oferecidos pelo projeto estão: consultoria e esclarecimentos de dúvidas sobre a declaração de ajuste anual do imposto de renda; educação fiscal, elaboração e transmissão da declaração no modelo simplificado e em alguns casos no modelo completo; impressão completa do recibo e da declaração. Nesse ano o Cidadão Legal ocorrerá no dia 27 de abril.
O curso de Ciências Contábeis da FACESM tem duração de quatro anos, as aulas são noturnas e o curso conta com carga horária de 3.600 horas.